Sissa Schultz

Expressões

Meu Diário
01/07/2015 00h29
AS DUAS PULSEIRAS COMPRADAS IGUAIS PARA MIM E PARA LARA, NA VIVARA...

Nos conhecemos através do ORKUT há oito anos, sem maiores pretensões. Eu vi a sua foto e a adicionei. Ela me aceitou e começamos a conversar diariamente.



Dissertarmos nossas vidas, fomos falando...



Ela tinha um relacionamento de cinco anos apenas morando juntas, mas não se separavam porque eram empresárias e ela tinha uma filha com 10 anos estudando nesta localidade onde moravam. E eu, sem ninguém, livre, fui me apegando a esta criatura e ela a mim. Ela sempre me dizia: não podemos ter nada, enquanto não me separar dela.



E o tempo foi correndo e nós, cada vez mais falando sobre os nossos projetos, quando ela ficasse livre. Eu não acreditava muito nessa separação, mas fui deixando o barco correr, porque já havia me afeiçoado bastante a ela.



Porém, não é que aconteceu? Há quatro anos a separação foi efetuada. Ela mudou-se para a Terra da sua família e aí, como fiquei feliz!



Levamos algum tempo e as nossas conversas tornaram-se cada vez mais aconchegantes. Ela cuidadosa comigo e eu cada vez mais encantada e apaixonada por aquela mulher LINDA DE CORAÇÃO E DE ALMA. Fascinante!



Fiz um convite para que ela viesse à minha cidade, o que ela aceitou prontamente. No primeiro dia do ano de 2012, fui buscá-la no Aeroporto Santos Dumont, com o Coração imaginando aquele rosto que eu só via pelo MSN e a CAM, num namoro diário. Quando ela surgiu no portão, eu não estava acreditando no que via e o abraço foi muito grande.



Ela passou 4 dias comigo, levei-a para conhecer as praias e outros locais importantes de Niterói. Ela, pretendendo vir morar aqui.



Rodamos joalherias para comprar alianças e fomos parar na VIVARA E RESOLVEMOS COMPRAR DUAS PULSEIRAS COM PINGENTES IGUAIS, para ela usar na cidade dela e eu aqui.



Chorei no aeroporto, na hora da sua partida e continuamos nosso namoro de longe.



No meu aniversário arrisquei convidá-la a vir novamente e ela veio com projetos para vir ficar definitivamente. Nesse meio tempo, ela falou sobre um pingente de uma bicicleta BIKE. FOI DIFÍCIL, MAS CONSEGUI E ENVIEI PARA ELA.



Tempos depois, ela me falou de um pingente FILTRO DOS SONHOS. Demorou muito, mas consegui e enviei também.



Conversamos muito quando ela esteve aqui e chegamos à conclusão que ficaríamos juntas num relacionamento, se não fosse de corpo, mas eternamente de alma.



AMOR ASSIM FOGE AO CONVENCIONAL. É UM AMOR INFINITO, QUE NÃO PRECISAMOS NOS FALAR PARA SABER QUE ESTAMOS JUNTAS PARA O RESTO DE NOSSAS VIDAS. QUE NOSSOS PENSAMENTOS CAMINHAM PERMANENTEMENTE UNIDOS.



 



 



Publicado por Sissa Schultz em 01/07/2015 às 00h29
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Site do Escritor criado por Recanto das Letras